A GRAMA DO VIZINHO É SEMPRE + VERDE

Categorias você é linda!

O post de hoje é sobre auto estima. Sobre aceitação. Sobre amor próprio e sobre ser feliz com quem você é. (É um assunto que já foi abordado aqui.)

Eu tenho um complexo de coxa grossa e tenho tendência a pensar que tem tem coxa fina é super feliz, porque é fácil de encontrar calças jeans e partes debaixo que sirvam direito, pode usar artigos de moda que eu julgo que em mim não ficam boas, entre outros mil motivos.

A verdade é que tenho amigas super magras que possuem outros complexos: queria o nariz mais fino, o cabelo mais volumoso, queria a coxa mais grossa, mais bunda, acha que tem as pernas tortas, etc.

Não tem problema nenhum você querer mudar algo no seu corpo ou não estar contente com algum detalhe. O problema é você depositar a sua felicidade nisso.

Hoje em dia, convivendo com tantas amigas lindas, ouvindo sobre os complexos delas, sobre coisas que elas gostariam de mudar, eu vejo que a grama do vizinho é sempre mais verde e na verdade, a gente tem que cultivar a nossa própria graminha.

Não, quem tem as coxas finas não é muito mais feliz do que eu. A felicidade não está nas minhas coxas. A felicidade está em aceitar como elas são e se eu quiser mudar isso, ok, mas não posso depositar a responsabilidade de aceitar quem eu sou em cima da perda de 15kg.

Minha amiga não pode depositar a felicidade e auto estima dela caso ela fizesse uma cirurgia no nariz para deixar ele mais fino, por exemplo.

A real felicidade é aceitar quem você é agora. Aceitar o seu corpo do jeito que ele é.

Correr atrás para melhorar algo pode sim deixar você um pouco mais confiante, fazer você se sentir um pouco mais bonita. Mas não seria muito melhor você se sentir linda do jeito que você é? Porque a felicidade tem que vir de dentro pra fora. Pode acontecer de você emagrecer e continuar triste, continuar se sentindo feia, porque não é o externo que vai mudar isso.

A gente tem que parar de se comparar com a amiga do lado. Parar de se comparar com as fotos da revista.

Isso não é real. VOCÊ É REAL!

Ah, eu já ouvi muito “mas homem gosta de coxas grossas”. Lembrem-se sempre: homem não tem que gostar de nada. Você não deve se aceitar porque alguém gosta disso em você. Você tem que se aceitar único e exclusivo PARA VOCÊ. Por você se sentir bem consigo mesma. Por você se amar do jeito que é. Para uma vida leve e feliz para você.

Em um mundo onde tentam ditar o padrão aceito pela sociedade, é um trabalho constante e diário você manter sua confiança, auto estima e amor próprio lá em cima. É por isso que esse assunto deve ser discutido, deve estar sempre em pauta e eu quero sempre escrever posts a respeito.

Eu tenho um complexo, você tem um complexo, sua amiga tem um complexo, aquela menina que você acha linda na rua também pode ter um complexo. Você não está sozinha.

Vou terminar esse post com um vídeo um pouco antigo de um documentário da Dove que eu sempre choro e me emociono imaginando essas mulheres.

*Uma pesquisa que a própria Dove fez, apontou que apenas 4% das mulheres se sentem bonitas do jeito que são.

 

Você tem algo que te incomoda? Deixa aqui nos comentários, sem vergonha, sem medo. Trocar experiências e sentimentos, ver que você tem apoio e se sentir abraçada faz toda a diferença! 🙂

beijin

Deixa um oi aqui!