COMO SAIR VIVO DE UMA CRISE EXISTENCIAL

Categorias você é linda!

Eu estou enfrentando uma crise existencial onde momentos bons e ruins estão oscilando e busquei alternativas para me manter viva nesse processo hahaha

Teve dias que eu só queria ficar sentada no chão em estado neutro e anestésico, sem fazer ou pensar em nada. Teve dias que mesmo querendo não pensar em nada, me passou um turbilhão de coisas pela cabeça e eu mal conseguia processar tudo. Agora parece que as coisas estão melhorando e os dias estão mais leves.

Percebi que essa crise só está melhorando por conta de algumas decisões que eu tomei, diferente de outras crises onde eu só sentava e esperava passar (então demorava, demorava, parecia não ter fim).

Vamos lá, dicas de como enfrentar uma crise existencial que pode te ajudar a deixar tudo mais fácil, melhor e mais leve:

  • É permitido sentir-se perdido. Você precisa de uns dias de reclusão escutando músicas depressivas, não vendo sentido em nada e só deixando a vida passar. POR ALGUNS DIAS. Tá liberado ficar na bad um pouco durante a crise existencial porque a gente sempre tira alguma coisa boa disso: pode ser aprender a lidar com os momentos ruins, pode ser enxergar pessoas que estão ao seu lado ou até mesmo perceber que não valia a pena ficar na bad. Então, pode chorar, pode ter vontade de dormir o tempo todo, pode querer deixar de existir um pouquinho.
  • Ocupe-se. Eu finalmente comecei aulas experimentais na academia com exercícios que eu gosto, isso me deixou mais motivada e disposta no trabalho durante o dia e me deu energia para fazer algumas coisas que eu queria, como desenhar por exemplo. Surgiu oportunidade de um trabalho de moda fora do meu emprego, o que é muito bacana porque está ocupando um tempo legal no final do dia. Fiz algumas fotos para uma marca que eu adoro (em breve post com fotos e informações super bacanas das peças).
    Isso ajuda muito a pirar menos, surtar menos, pensar menos. Ocupe-se com qualquer coisa que te faça fugir da rotina: ande de bicicleta, saia para correr/caminhar, combine coisas com os amigos, saia de casa, arrume seu quarto, arrume a casa, faça uma limpa no armário, comece a desenhar, conheça bandas novas.
  • Converse com as pessoas. Nessa fase, é essencial você saber quem são os seus amigos e ter o apoio deles. Converse sobre tudo o que você está sentindo, mesmo que saiba que aquela angústia é passageira. Ninguém melhor do que seus amigos para te conhecerem ao ponto de dizer com total segurança que “calma, vai passar, vai ficar tudo bem, fala comigo sempre que precisar”. Dá um alívio na alma saber que você pode reclamar com alguém sem julgamentos e o melhor: com grande perspectiva de melhoras. Ah, depois volte para falar que está tudo voltando ao seu devido lugar, ok? Nada de compartilhar só bad vibes com os amiguinhos.
  • Conheça algo novo. Procure por bandas e músicas novas para escutar em casa, no trabalho, no ônibus ou na caminhada. Vá a algum lugar novo, seja restaurante, festa ou barzinho. Experimente comer algo diferente também ou leia um livro pela primeira vez. Ter novas sensações te dão a impressão de que existem muitas coisas que você ainda não conhece e pode gostar, logo você relaciona isso com essa fase e percebe que tudo vai mudar.
  • Procure uma alternativa profissional. Não precisa ter vergonha de admitir que faz terapia. Isso faz bem para a vida. Pessoas são qualificadas e estudadas para te ajudar a lidar com situações assim, então porque não dar uma chance para isso? Procure indicações, pergunte aos seus amigos se eles conhecem um lugar legal para você ir e realmente, busque ajuda. Terapia é tão bom que todos deveriam fazer.

E gente, sigam a página Devaneios com Sigmund e Freud, são tirinhas divertidas sobre a vida num geral e com certeza vai te ajudar a ver a crise existencial de uma nova perspectiva <3

crise existencial

Se você também tem algum truque para te ajudar nessas fases, deixa aqui nos comentários! 🙂

beijin.

Deixa um oi aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *