CRISE EXISTENCIAL CAPILAR

Categorias beleza

O título diz tudo né?

Acontece que amanhã mesmo eu vou cortar o cabelo. Vai ser curto, mas não CURTO, mas também não long bob. É praticamente um corte que minha cabeleireira vai ter que inventar.

Qual é a melhor forma de decidir isso? Pesquisar por referências :} O post de hoje é sobre 3 cortes de cabelo que eu amo, uns teria mais coragem do que outros sim, mas meu coração pertence a cada um deles <3

Cabelo curto

Esse primeiro corte é apenas curto, não tem muito segredo. Então, vocês já sabem: esse é o meu escolhido. Apesar da mudança, eu sempre fico meio que dentro da zona de conforto.

Eu já cortei quase assim e amava! Agora ele cresceu e bate no ombro, coisa que eu detesto. Detesto quando o cabelo fica com voltinha nas pontas porque está encostando no ombro. Vamos acabar com isso então.

Uma saudade que eu já senti e vai voltar a bater no peito: coque. Vou chorar um pouquinho nas primeiras tentativas mas vai valer a pena. Mesmo porque, eu ando tão de saco cheio do meu cabelo que uso ele amarrado praticamente todo o tempo.

Quero cortar quase na altura das orelhas, que ele fique preso atrás mas que não passe disso.

Curtérrimo

Eu meio que almejo esse cabelinho aqui! Mas, como eu sou muito indecisa e me arrependo muito das decisões capilares, eu vou começar pelo curto de cima e então depois vir para esse aqui.

Amo a praticidade que ele transmite, sabe? Para melhorar, minha mãe cortou assim recentemente e eu vivo falando como o corte ficou lindo nela.

Lembrando que quando se trata de mudança de corte de cabelo, minha mãe é a maior incentivadora desse mundo, sempre apontando que: cabelo cresce de novo.

E, acho que ela meio que tem razão né?

Mas convenhamos, 6 meses pode ser uma eternidade se você detestar o seu cabelo e precisar esperar ele crescer um pouco para começar a gostar. É por isso que sou sempre cautelosa. O mesmo aconteceu quando pintei a primeira vez, lembro de dizer: só um pouquinho de loiro, mais dourado que loiro e bem pouco. Hoje eu to loiraça hahaha

Muito pouco ou quase nada

Eu tenho um carinho muito especial por quem quase raspa a cabeça. A gente vive sempre nessa coisa de que o cabelo é o que torna a mulher mais feminina. Ou então que esse tipo de corte é só para meninos.

Acho que além de maravilhoso, ele causa uma sensação de liberdade, de poder de decisão sabe? Não, você não vai ficar menos feminina ou parecida com menino se raspar a cabeça.

Digo inclusive que você fica ainda mais feminina com esse corte porque ele transmite autoestima e segurança. Porque convenhamos, não é fácil segurar esse corte de cabelo viu? Mas, se você quiser: pode sim!

Não deixe ninguém julgar seu corte de cabelo ou tentar empurrar goela abaixo essa coisa de que você precisa ter cabelos longos para ser maravilhosa.

beijin bbs

Deixa um oi aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *