As marcas querem dizer que seu corpo não está ok quando: você pega o número que sempre usou e ele não entra, fica apertado, não serve E/OU você tenta comprar uma tendência mas ela não existe no seu número.

Eu vejo pessoas magérrimas usando M ou usando G. Eu vejo pessoas que usam G pularem para o GG sem aviso prévio. As marcas estão desesperadamente tentando enfiar goela abaixo que você está acima do peso ou que seu corpo não é ideal para o mundo fashion.

Não tem problema nenhum com você. Seu corpo é perfeito, seu corpo é sim feito para a moda da maneira que você deseja. Eu acho MUITO importante bater nessa tecla o tempo inteiro, porque os danos psicológicos e físicos da falta de autoestima são devastadores.

Nós não podemos deixar essa moda opressora ditar o que é o certo e o que é o errado. Eles não tem o direito de diminuir nosso amor próprio e a nossa vontade de aceitar cada centímetro do jeito que é. Precisamos conversar de perto, conversar muito, nos abraçar.

Eu tenho 02 dicas para colocar em prática na hora de comprar roupas:

  1. Compre marcas que você conhece. Lá no fundinho você sabe onde vai encontrar roupas que sirvam e que ficam bonitas no seu corpo. Tente parar de se encaixar em marcas e boutiques que pregam e ditam um padrão de corpo.
  2. Escolha peças e modelagens que você conhece e que tem tudo a ver com o seu formato. Eu por exemplo, sei que vestidos em modelagem reta não me favorecem, então eu não gosto e evito provar.
Continue a ler "É UMA CILADA BINO!"

Eu vivo incentivando as minhas amigas a se amarem como são, amar seus corpos e ter autoestima. Mas tem dias que não dá, e hoje é um desses dias. Hoje é um dia que eu mandei mensagem para algumas amigas pedindo suporte e ajuda para manter a cabeça erguida. A missão do dia era bem simples na verdade: encontrar uma saia básica preta no tamanho G. Renner, Riachuelo e outras redes não tinham como eu queria mais básica, eram modelos lindos mas mais fashionistas. Então, resolvi andar…Continue a ler “TEM DIAS QUE É DIFÍCIL”

Primeiro, assistam esse vídeo NEM GORDA, NEM MAGRA: Uma vez, a empresa que eu trabalho fez uma ação com a Ju Romano e eu tive o prazer de conhecer ela pessoalmente. Pessoa iluminada, cheia de auto estima, simpática, incrível, gente com a gente sabe? E ela falou sobre esse assunto de não ser gorda nem magra, nomeando de limbo. O número 42 muitas vezes fica pequeno. De vez em quando o 44 serve bem e também tem o 46 tem que ser todo modificado por uma…Continue a ler “GORDA OU NÃO? UM DESABAFO SOBRE O LIMBO”

Eu estou enfrentando uma crise existencial onde momentos bons e ruins estão oscilando e busquei alternativas para me manter viva nesse processo hahaha Teve dias que eu só queria ficar sentada no chão em estado neutro e anestésico, sem fazer ou pensar em nada. Teve dias que mesmo querendo não pensar em nada, me passou um turbilhão de coisas pela cabeça e eu mal conseguia processar tudo. Agora parece que as coisas estão melhorando e os dias estão mais leves. Percebi que essa crise só…Continue a ler “COMO SAIR VIVO DE UMA CRISE EXISTENCIAL”

O ano começou e é aquela velha história: nada será novo se você continuar o mesmo. Eu ando querendo muito mudar algumas coisas na minha rotina, mas preciso encarar uma coisa: é MUITO difícil mudar rotina. Pensei em algumas resoluções para 2017 que são totalmente possíveis para mim e quem sabe, para você também. Não é nada de “vou ser fitness os 365 dias” ou “vou viajar para a China” (claro que se esse é seu sonho/plano, vá em frente). Enfim, são pequenas coisas que…Continue a ler “RESOLUÇÕES POSSÍVEIS PARA 2017”

Que 2016 foi um ano difícil todo mundo sabe. Mas você já parou para pensar em coisas que mudaram a sua vida, sua personalidade ou seu modo de ver as coisas? Em resumo: coisas que você aprendeu/viveu com 2016? 1. Eu não vou obrigada a nada Eu não sou o tipo de pessoa que faz amizades por conveniência. Não tenho pessoas ao meu redor por interesse e não alimento contatos que não me agradam. Hoje eu dia eu sou muito mais eu e sei quem…Continue a ler “2016: UM ANO QUE FOI… OK.”

O post de hoje é sobre auto estima. Sobre aceitação. Sobre amor próprio e sobre ser feliz com quem você é. (É um assunto que já foi abordado aqui.) Eu tenho um complexo de coxa grossa e tenho tendência a pensar que tem tem coxa fina é super feliz, porque é fácil de encontrar calças jeans e partes debaixo que sirvam direito, pode usar artigos de moda que eu julgo que em mim não ficam boas, entre outros mil motivos. A verdade é que tenho…Continue a ler “A GRAMA DO VIZINHO É SEMPRE + VERDE”

As revistas tentam pregar que se você não é alta e magra, você não é bonita. Se você não usa a roupa da moda, não se encaixa nesse padrão. Tentam te empurrar goela abaixo várias dietas milagrosas, exercícios malucos, produtos de beleza caríssimos, roupas de marca com preços abusivos. Colocam na sua cabeça que existem regras de moda que proíbem ou permitem, ditando o que você deve usar. É preciso desconstruir. É preciso mudar de dentro pra fora. Se sentir linda por dentro para se sentir…Continue a ler “CÊ TÁ LOUCA? TU É LINDA!”