Tem umas coisas que são muito características da temporada né? Tipo vichy, que é muito verão.

Toda aquela vibrância (não sei se existe essa palavra) e alegria que o vichy traz é muito um verão na europa bebendo uns drinks e fazendo um churrasco com os amigos na beira de um lago. Pés na grama, uma música animada (mas não tanto) tocando de trilha sonora e muitas gargalhadas em um fim de tarde.

Bom, é isso que me vem na cabeça quando eu penso nessa estampa. Até porque se eu falasse que lembra um piquenique será óbvio demais.

Continue a ler "ESSE VICHY TODO AÍ VAI PRA ONDE?"

No final do ano passado eu fiz uma enquete no meu Instagram e percebi que tem muita gente com esse mesmo problema. Além disso, muitas meninas lindas me retornaram com várias dicas para parar de roer as unhas.

Eu roo as unhas desde que eu me conheço por gente. E não, eu não me orgulho disso. Sei quem tem pessoas que não dão bola. Mas eu nunca curti, sempre tive vergonha imensa e sempre fiquei escondendo a mão pra não aparecer as unhas roídas.

Continue a ler "UNHAS: DICAS DE COMO PARAR DE ROER"

Amo peças em alfaiataria mas eu gosto mais ainda de desconstruir a imagem que tem por trás dessas peças: que são bem arrumadinhas e alinhadas, meio office look boring sabe?

Alfaiataria são peças curinga e atemporais, que você tem que ter no armário porque dá pra usar muito o ano todo e em qualquer ocasião. São identificadas por cortes retos e a impressão de feito a mão, porque cai perfeitamente no corpo.

Continue a ler "ALFAIATARIA NADA BORING"

Eu e você sabemos que: nós amamos um bom look gótico! E não, não é um verãozin de 40 graus que vai fazer a gente recuar ein.

Essa semana postei uma foto no insta que foi o maior sucesso (porque eu sou muito influencer, óbvio) e por isso vim aqui dar uns palpites de como montar um look gótico sem derreter. São só algumas coisas que eu levo em consideração na hora de me vestir com cores mais escuras.

Continue a ler "40 GRAUS E AINDA ASSIM GOTIK"

Não adianta eu começar esse post dizendo “eu era uma pessoa…”, porque eu ainda sou uma pessoa muito adepta à zona de conforto. Pra tudo.

Sim eu não acho que isso seja legal, sim eu tenho consciência que você perde oportunidades quando fica enraizado dentro dessa bolha.

Faz mais ou menos 2 anos que eu comecei a mudar os cabelinhos, assim como você pode acompanhar por aqui também. Afinal, sempre venho aqui desabafar sobre a famosa crise existencial capilar.

Continue a ler "MUITO MAIS QUE MUDANÇA CAPILAR"

Eu fiquei por muito tempo separando roupa de sair com roupa de trabalho e nunca deu em nada. O resultado sempre era que eu acabava não usando muitas coisas porque eu tinha muita roupa pra sair e pra pouco rolê que eu dava.

Hoje em dia quem me viu divando com um vestido mara na segunda, vai me ver divando com ele no sábado à noite também. E daí?

Porque a gente tem que brilhar só sexta e sábado? Af, acho isso tão last week. Eu quero é mais looks babados em horário comercial, isso sim.

Continue a ler "Ô PAETÊ MEU AMOR, VEM K VEM"